Minha mudança de hábito através do esporte

Vou contar um pouco deste processo motivado pela experiência que tive junto as pessoas de grupos de pedal e espero de alguma forma poder contribuir com sua mudança de qualidade de vida através do ciclismo.

Então vamos lá :

O sedentarismo, indisciplina alimentar, noites mal dormidas por ansiedade e stress fazem parte de sua vida? E no fim de semana vai ter aquela boa churrascada com a cervejinha trincado de gelada para relaxar para apagar tudo isso?

Faz parte do repertorio da nossa vida esses bons momentos e claro, pois afinal de contas precisamos para esquecer das dureza das obrigações correto ? Não deixa de ser uma opção mas será que é a mais saudável ?

Ver os esportes como esta nova realidade já passou pela sua cabeça ou está longe disto ?

” Começar uma vida esportiva vai te exigir nada mais que dedicar um tempo só para você. Dizer que vai investir este tempo em uma nova maneira de ver a vida “

Esportes são todos benéficos de uma maneira ou outra e encontrar o que mais gosta é essencial. No caso do ciclismo vou te contar como esta opção deixa de ser uma simples obrigatoriedade de se mexer e passa a ser uma atitude com você e para quem o rodeia.

Tive uma mudança muita profunda neste sentido e praticamente esqueci de vida anterior de balada, barzinhos e vida noturna. Isso aconteceu aos poucos porque de alguma forma me sentia vazio e perdido na noitada, pois apesar de ver muitas pessoas me sentia muito solitário.

Descobri a escalada em rocha em um momento bem legal quando estava na faculdade onde troquei a noite pelo dia. Comecei a experiênciar verdadeiras amizades e companheirismo pois escalada pede isso sintonia com seu companheiros de cordada.

Percebi então uma irrealidade da vida noturna e da social onde estava. Parecia tudo fútil e vi na escalada uma realidade mais simples e uma troca de ideias e risadas muito calorosas. como se todos fizéssemos parte de uma grande família e encontrei a mesma vibração quando parti para o ciclismo.

Mudanças de hábito está em se desprender de uma realidade e se encontrar em outra e nem sempre isto é fácil. São algumas vezes saltos no desconhecido. Um mundo de incertezas que vem de encontro, mas será que não mora aí a maravilha da vida ?

Se está com dúvida comece pegando uma bike emprestada em pequenos trajetos em locais seguro para atividade. Também tome coragem e entre em uma loja especializada em bikes. Não tenha medo em perguntar. O vendedor está ali para tirar sua dúvidas e pergunte até se ele pedala.

Eu comecei com uma bike comprada no supermercado e qual não foi minha surpresa depois de um tempo ao descobrir que ela era uma bomba… Mas fez parte do meu aprendizado.

Encorajo também a procurar um grupo de pedal pois é muito motivador pedalar com outras pessoas. Não desanime caso algo dê errado e também não vá sempre sozinho pois sua vontade pode ir diminuindo alem de não ter um auxílio caso vá longe.

Grupos de pedal de iniciantes têm que ser conscientes que nem todos têm as mesmas condições físicas e técnicas. Um grupo onde vão todos, voltam todos juntos. Todos devem esperar até que o último chegue.

Se habituar com esportes e começar a criar novos hábitos exigirá que mente e corpo andem juntos. Não é nada transcendal e como algo novo você precisará de ajuda para compreender onde se pode chegar.

Esta compreensão virá com empenho e naturalmente seus hábitos e meio social irão mudando gradativamente. Não force barra e não se exija além do limite, faça aos poucos com paciência.

Como exemplo do ciclismo, os pedais bons são aos finais de semana. Acordar cedo, se hidratar bem um dia antes, fazer uma alimentação leve e balanceada, preparar todos equipamentos são partes básicas deste processo e é necessário estar com total foco para que nada saia de errado no pedal.

Cuidar de si mesmo é uma das partes essenciais e acredite. Não será nada legal ir pedalar com uma noitada nas costas regada a churrasco e cerveja.

Para mim as pedaladas foram ganhando mais desafios e tive que ter mais consistência para acompanhar a turma e entrar em trilhas melhores nos fins de semana. Isso começou a ter muito mais importância porque eu simplesmente vibrava a cada trilha feita e a sensação de ter feito algo bom e diferente era muito recompensador.

Não foi difícil assim repensar novos hábitos e mandar bem nas trilhas virou meta. O pessoal da noitada deixou de fazer sentido mediante novos amigos e começar a ver o dia e os pedais como algo muito prazeroso.

Dai para frente foram várias trilhas, pedais longos na rodovia, cicloturismo e até a derivação de corrida a pé em asfalto em montanha, sendo que a última prova foi completar a Maratona de São Paulo.

Em certo sentido tudo vai de encontro às suas primeiras decisões e pelo que te contei esta mudança não precisa ser nada radical.

Acredito que com o ciclismo o jeito como você pensa o mundo, sua saúde, sua rede de amigos, seu ânimo e sono, tudo mudará.

Deixe uma resposta

Powered by WordPress.com. por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: